Já tenho um cão, e agora?

Bom, a decisão foi tomada e agora temos um cãozinho (ou caozão!) em casa. Quais são as preocupações e atitudes iniciais que se deve ter?

Primeiro cuide da saúde física do seu cachorro:
» O cachorro deve viver num local limpo.
O lugar em que o cachorro dorme e/ou fica deve ser limpo todos os dias, e mais de uma vez se for necessário. Isso é importante para a saúde dele e para seu comportamento. Um cachorro criado na sujeira nunca será limpinho, vai achar normal pisar e deitar no xixi e no cocô. Sua comida, água e caminha devem ficar distantes do “banheiro”. Na hora de limpar, lembre-se que produtos de limpeza podem causar alergias no seu cachorro. Consulte o seu veterinário se você observar irritações na pele dele. O produto para limpeza mais recomendado para evitar este problema é o Lysoform Bruto (utilizado na diluição indicada).
» Mantenha seu cachorro livre de carrapatos e pulgas. Existem produtos a venda em pet shops que são bastante eficientes em manter seu animal livre destes parasitas. Além de serem anti-higiênicos, os carrapatos são transmissores de doenças. Se o seu filhote ficar meio caidinho e/ou perder o apetite, leve-o ao veterinário para um exame de sangue, mesmo que nunca tenha visto um carrapato nele!

» Mantenha seu cachorro com as vacinas em dia. Os veterinários fornecem uma caderneta que mostra as datas de revacinação. Vacine seu filhote somente com um veterinário, só ele pode garantir a origem e conservação adequada das vacinas. Seu veterinário também lhe orientará sobre as datas de dar remédios contra vermes para seu animal.
» Em locais onde há muito mosquito é recomendado se dar ao cachorro um remédio que evita as doenças que eles transmitem. Consulte seu veterinário.

» Dê banho em seu cachorro no máximo 1 vez por semana. O ideal é quinzenalmente, ou apenas quando for necessário. O cachorro precisa manter uma certa oleosidade na pele para que esta fique saudável. Banhos muito freqüentes podem levar a problemas na pele e no pêlo. Use apenas shampoos para cães vendidos em pet shops. Hoje em dia existem vários tipos, de acordo com a pelagem de cada um.
» Escove seu cachorro diariamente se ele tiver pelo longo. Use uma escova de pinos adequada para cães.

» Veja sempre se há algum ferimento no seu cachorro. Trate todos os ferimentos imediatamente para evitar bicheiras.

» Evite deixar qualquer objeto que pode ser engolido ao alcance do seu cachorro. Deixe sempre brinquedos e objetos adequados para o seu cachorro roer e passar o tempo. Um cachorro entediado irá procurar alguma coisa para brincar. É comum ver cães engolirem chupetas, tampas de garrafas, rolhas, e pequenos brinquedos. Também proteja os fios da casa.
Agora a saúde mental:

» Passeie com ele pelo menos duas vezes ao dia. Passeios não servem somente para gastar energia, também fortalecem os laços entre cães e donos, reforçam a hierarquia e distraem a mente dele. Ele precisa ver gente, carros, outros cães, movimento, etc. cachorro que nunca passeia acaba ficando neurótico!

» Aproveite o seu tempo livre e finais de semana para brincar, correr e exercitar bastante o seu animal. Existem vários parques públicos que aceitam a presença de animais.
» Mantenha o cachorro sempre perto da sua família. A interação com humanos é a melhor coisa que podemos fazer pelos nossos peludos. Para aprender e ficar educado, o cachorro precisa estar convivendo com a família. Só assim ele aprende o que é certo e o que é errado. Quando ele fica preso ou isolado, não aprende nada, e além disso, fica ansioso e estressado.
» Mantenha o treinamento do seu cachorro em dia. Um cão treinado entende o que o dono quer dele e sabe se comunicar. Ele é mais calmo e obediente e se torna o companheiro que todos sonhamos!

Uma resposta para “Já tenho um cão, e agora?”

  1. Oi pessoal! 🙂

    Estou passando para parabenizar vocês pelo post. Ficou muito legal esse resumão de tudo o que a pessoa precisa saber para cuidar/ter um cachorro.

    Infelizmente o pessoal acha que é só dar ração e pronto, deixá-los no quintal. Mas cachorros exigem tempo, investimento financeiro também e principalmente amor/atenção/carinho.

    Essas dicas são muito úteis e com certeza farão com que seus leitores sejam sempre donos melhores!

    Obrigado por compartilharem um pouco da experiência de vocês aqui no blog, gostei muito da iniciativa!

    Abraços,
    Lê Nogueira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *